Buscar

Testamento vivo


Watchman Nee foi preso em decorrência de sua fé em Cristo em 1952, e passou o resto de sua vida na prisão. Ele morreu em sua cela em 30 de maio de 1972. Quando sua sobrinha veio buscar seus poucos pertences, recebeu um pedaço de papel que um guarda encontrara ao lado do catre de Nee. Nele estava escrito seu testemunho de vida:

“Cristo é o Filho de Deus que morreu pela redenção dos pecadores e foi ressuscitado depois de três dias. Esta é a maior verdade no universo. Morro devido à minha crença em Cristo. — Watchman Nee”

Diz a tradição que o apóstolo Paulo também foi martirizado por sua fé em Cristo. Numa carta escrita pouco antes de sua morte, Paulo exortou seus leitores: “Lembra-te de Jesus Cristo, ressuscitado de entre os mortos, descendente de Davi, segundo o meu evangelho; pelo qual estou sofrendo até algemas […]; contudo, a Palavra de Deus não está algemada” (2 Timóteo 2:8-9).

Podemos não ser chamados para sermos martirizados como testemunhas da veracidade de Cristo — como milhões dos Seus seguidores o foram ao longo dos séculos —, mas somos chamados para ser um testamento vivo da obra de Jesus em nosso favor. Independente do resultado, por termos um coração grato pelo gracioso dom de Deus, nós podemos contar aos outros o que Jesus tem feito por nós.

Permita que a sua vida e também os seus lábios testemunhem a favor de Cristo.


36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Curso ID

Sua Vida Espiritual nunca

Mais será a mesma!

Contato  +55 85999860463

Nathalia Leandro Palestras e Eventos EIRELI

Rua 36, 17 Maracanaú Ce

CNPJ 30.302.419/0001-69